Ehrlichia (Neorickettsia) risticii (PCR Real Time)

Amostra: sangue total ou fezes (em equinos com diarréia)

Recipiente:
Sangue: tubo com EDTA (tampa roxa).
Fezes: frasco coletor universal estéril (sem formol).

Conservação: refrigerado (2 a 8 °C) até 48 horas.

Indicações: a Ehrlichiose Monocítica Equina (EME), também conhecida como Febre do Cavalo de Potomac, pode causar enterocolite severa, acompanhada de diarreia, desidratação, febre e anorexia. Em cães, pode causar sinais semelhantes a outras hemoparasitoses como: trombocitopenia, anemia, febre, vômito e poliartropatias.

Observações:

1. Para otimizar a detecção do patógeno recomenda-se coletas de amostras sanguíneas em picos febris.

2. As amostras devem ser colhidas e enviadas antes da administração de quaisquer medicações que possam levar à diminuição da carga do patógeno.

Veja mais Exames da categoria Biologia Molecular (Real Time PCR)

[display-posts category=”biologia-molecular-real-time-pcr” order=”ASC” posts_per_page=”50″]