Ehrlichia spp (PCR Real Time)

Amostra: sangue total ou medula óssea, líquor (em caso de sinais neurológicos), baço, líquido sinovial (em caso de artrite).

Recipiente:
Sangue e medula óssea: tubo com EDTA (tampa roxa).
Líquor: tubo sem anticoagulante (tampa branca).
Baço: frasco coletor universal estéril (sem formol).
Líquido sinovial: tubo com EDTA (tampa roxa).

Conservação: refrigerado (2 a 8 °C) até 48 horas ou congelado a -20°C por até 1 mês.

Indicações: indicado para confirmação de casos agudos, dentro de 4 a 10 dias pós exposição ao agente. Inicialmente observa-se febre e infestação por carrapatos. O quadro clinico caracteriza-se por letargia, perda de peso, anorexia, poliartrite e alterações neurológicas (convulsão e ataxia), sinais oculares como uveíte e opacidade de córnea.

Observações:

1. Para otimizar a detecção do patógeno recomenda-se coletas de amostras sanguíneas em picos febris.

2. Quando do envio apenas de sangue total indica-se a coleta de sangue de ponta de orelha após compressão.

3. As amostras devem ser colhidas e enviadas antes da administração de quaisquer medicações que possam levar à diminuição da carga do patógeno, evitando especialmente antibióticos.



Fale Conosco whatsapp