Início » Outubro Rosa: prevenção ao câncer de mama nos pets

Outubro Rosa: prevenção ao câncer de mama nos pets

Outubro Rosa prevenção ao câncer de mama nos pets

Muito utilizado na saúde e medicina humana, o Outubro Rosa é uma campanha já bem popular de conscientização para o câncer de mama em mulheres. Isso porque o diagnóstico precoce promove entre 93 e 100% de chances de cura. Contudo os números de mulheres em tratamento cresce ano a ano, passando de 262 mil casos tratados pelo SUS em 2020.

Entretanto, faz alguns anos que a versão Outubro Rosa Pet passou a ser divulgada em prol da prevenção e rápido diagnóstico por sinais clínicos de cadelas e gatas com câncer de mama também. Vamos entender mais sobre essa campanha e como cuidar das nossas fêmeas?

O que é outubro rosa?

Outubro Rosa é uma campanha de conscientização para diagnóstico e prevenção do câncer de mama em humanos e pets, especialmente fêmeas como cadelas e gatas. A campanha colore o mês de cor de rosa para chamar a atenção para o auto exame feminino e para o carinho atento na barriguinha das nossas fêmeas na busca por qualquer anormalidade em volta das mamas. 

Isso porque quando detectado ainda em fase inicial, o câncer de mama é facilmente tratado, sobretudo com a cirurgia de mastectomia (retirada das mamas afetadas) e promovendo o restabelecimento da saúde e longevidade às fêmeas.

Segundo o veterinário oncologista Dr. Robson Pasquale da Oncovet, “as neoplasias mais comumente diagnosticadas dentro da medicina veterinária são tumores de mama, neoplasias cutâneas e neoplasias de boca.” Por isso é tão importante a conscientização para que se faça prevenção e diagnóstico precoce.

Como prevenir o câncer de mama em pets?

Mais do que tratar, a prevenção é a chave para cuidar da saúde das fêmeas e mantê-las longe do câncer de mama. Isso porque a prevenção em cadelas pode chegar em 99%. Enquanto nas gatinhas a proteção chega em 90%. Mas como prevenir o câncer de mama em pets?

A prevenção do câncer de mama em pets é dada principalmente pela castração. Se esta for feita antes do primeiro cio, a proteção atinge níveis de 90% para mais. Contudo, ainda que a pet já tenha tido o primeiro cio e que a proteção seja um menor, a castração é altamente benéfica não só para evitar o câncer de mama como também câncer no útero e piometra.

Além da castração, manter alimentação super premium, também colaboram para a saúde animal. Saiba mais sobre como escolher ração para cães e gatos.

O Dr. Robson Pasquale alerta que:

“A castração precoce evita o aparecimento do tumor de mama na maioria das cadelas e gatas. Porém tem bastante discussão [na medicina veterinária] sobre o tempo em que se vai castrar, então tem que haver uma boa discussão com o proprietário sobre quando castrar cada animal, devido a outros efeitos da castração precoce. Mas o que é mais importante é entender que o diagnóstico precoce salva vidas e sabermos que a grande maioria dos casos de pacientes oncológicos é na fase geriátrica.”

Além disso, a condução preventiva do tutor é importante, segundo o Dr. Pasquale:

“Então, a melhor forma de prevenção é levar ao veterinário com o intuito preventivo, para fazer exames rotineiros, não só de sangue, mas na fase sênior, a partir de 9 ou 10 anos de idade, ter exames também de imagem, atenção á boca do animal, para verificar a saúde bucal e ter cuidado com o aparecimento de qualquer nódulo manifestado com volume anormal.”

Sinais de câncer de mama?

Contudo, castrada ou não, é importante ter atenção às pets e para isso é essencial que o tutor saiba como identificar o câncer de mama. Na verdade é bem simples, basta que você regularmente apalpe bem a barriguinha da cachorra ou gatinha, buscando por qualquer carocinho ou anormalidade próxima das mamas.

Mesmo que pareça muito pequeno, qualquer sinal é importante e quando identificado, o ideal é buscar rapidamente por uma consulta veterinária para um diagnóstico profissional. Lembre-se: quanto mais rápido é o diagnóstico, mais rápido e eficaz também será o tratamento. Além de evitar que os nódulos se multipliquem pela cadeia mamária da fêmea e que o quadro se agrave.

E você, mantém o checkup preventivo seu pet em dia e faz o exame de toque nas fêmeas para diagnóstico rápido de qualquer nódulo? Comente aqui e compartilhe esse post para conscientizar mais tutores sobre o câncer de mama em pets e o outubro rosa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *