Histopatológico

exame-categoria-histopatologia-laboratorio-veterinario-vetex

Amostra: fragmentos de tecidos e órgãos.

Recipiente: frasco com formol a 10% (com tampa que possibilite a vedação total para evitar vazamento).

Conservação: em formol à temperatura ambiente.

Indicações: o exame histopatológico é uma análise microscópica de um tecido para a detecção de possíveis alterações ou lesões, com o objetivo básico de informar a natureza, gravidade, extensão, evolução e intensidade de algum problema do doador da amostra, além de sugerir ou confirmar a causa do problema. É indicado para diagnósticos de doenças neoplásicas ou não neoplásicas, auxiliando o clínico, cirurgião ou oncologista para um correto caminho terapêutico.

Observações:

1. O frasco deve estar bem vedado e devidamente identificado, enviando junto a Requisição de Exames Histopatológicos, contendo histórico clínico completo, inclusive a descrição detalhada das lesões.

2. Para obter o formol a 10% mistura-se 1 parte de formol puro em 9 partes de água.

3. Em casos de doenças neoplásicas, as margens cirúrgicas podem ser avaliadas para saber se o tumor foi retirado por completo (solicitar exame histopatológico com avaliação de margem).

4. Para peças cirúrgicas muito grandes onde não seja possível colocá-las em recipiente com formol, pode-se enviar a amostra congelada ao laboratório (cuidar para que chegue ao laboratório ainda congelada).

5. Em inúmeras dermatopatias não neoplásicas de pele uma opção de procedimento de biópsia é através da técnica por Punch. Os bisturis circulares do tipo Punch utilizados geralmente possuem de 3mm a 6mm.

6. Os blocos que são originados durante o processamento da amostra, podem ser utilizados para eventuais exames de Imunohistoquímica, úteis para se realizar um painel prognóstico em alguns casos de tumores malignos, melhorar o entendimento do comportamento da neoplasia e possibilitar escolher a melhor opção de tratamento para o paciente.

Sem respostas

Sorry, the comment form is closed at this time.