Cryptococcus spp (PCR Real Time)

Amostra: líquor (em caso de sinais neurológicos), swab conjuntival e nasal (em caso de sinais oftalmológicos), swab faríngeo ou lavado broncoalveolar (em caso de sinais respiratórios), swab de lesão de pele ou fragmento de pele (em caso de lesões cutâneas).

Recipiente:
Líquor: tubo sem anticoagulante (tampa branca).
Swab de mucosa/pele: swab estéril sem meio de transporte.
Lavado broncoalveolar: frasco coletor universal estéril.

Conservação: refrigerado (2 a 8 °C) até 48 horas ou congelado a -20°C por até 1 mês.

Indicações: sinais neurológicos incluem depressão, vocalização, diminuição da consciência, anisocoria, midríase, cegueira, ataxia e convulsões, os sinais oftálmicos incluem blefaroespasmo, opacidade de córnea, edema inflamatório da íris e/ou hifema, cegueira e uveíte, dentre os sinais dermatológicos observam-se lesões em região de cabeça e pescoço, de aspecto erosivo e ulcerativo e dentre os sinais respiratórios nota-se corrimento nasal, dispneia e espirros.

Observações:

1. A amostra ideal vai depender dos sinais clínicos apresentados.

2. A coleta de swab deve ser feita com fricção moderada e não pode ser colocado em nenhum meio de transporte, devendo ser acondicionado em tubo estéril seco.

3. Amostras devem ser colhidas e enviadas antes da administração de quaisquer medicações que possam levar à diminuição da carga do patógeno, evitando especialmente antibióticos.



Fale Conosco whatsapp