Estimulação com ACTH – Até 15kg

exame-categoria-endocrinologia-laboratorio-veterinario-vetex

Amostra: soro.

Recipiente: tubo sem anticoagulante (tampa vermelha).

Conservação: refrigerado (2 a 8 °C) até 5 dias.

Jejum obrigatório: 12 horas.

Indicações: o ACTH estimula o córtex da adrenal a produzir cortisol. A administração de ACTH sintético aumenta os níveis circulantes de cortisol em animais saudáveis. Baseado neste princípio, este teste pode ser recomendado para:

1. Monitoramento do tratamento de pacientes com hiperadrenocorticismo: pacientes que foram tratados para hiperadrenocorticismo devem apresentar os valores de cortisol pós ACTH dentro do intervalo basal normal de cortisol.

2. Confirmar insuficiência adrenal primária (hipoadrenocorticismo): nesta situação, a estimulação com ACTH não aumenta o nível de cortisol, permanecendo abaixo dos valores basais normais.

3. Confirmar hiperadrenocorticismo iatrogênico: nesta situação o cortisol apresenta pouca ou nenhuma resposta ao ACTH, pelo fato da adrenal estar suprimida.

4. Pesquisar pacientes com hiperadrenocorticismo: possibilita detectar pacientes com hiperadrenocorticismo, devido à estimulação exagerada da adrenal, elevando os níveis de cortisol acima do esperado em animais saudáveis. Porém não diferencia hiperadrenocorticismo pituitária dependente (HPD) de tumor de adrenal. Também não detecta HPD em fase inicial. Portanto possui baixa sensibilidade para esta finalidade, sendo os testes de supressão mais indicados.

Procedimento:

1. Coletar a primeira amostra sanguínea.

2. Administrar 5 µg/kg IM de ACTH sintético logo após a coleta da primeira amostra sanguínea.

3. Coletar a segunda amostra 2 horas após administração do ACTH. Dosar cortisol nas 2 amostras.

Observações:

1. Se for utilizado ACTH “depot” (de depósito), consultar o protocolo com o laboratório.

2. Deve-se interromper o uso de prednisona, prednisolona ou outros esteroides com estrutura semelhante dois dias antes do teste, pois fazem reação cruzada e podem aumentar falsamente os níveis de cortisol. A dexametasona não interfere no teste.

3. Descartar a amostra em caso de hemólise ou lipemia acentuada.



Fale Conosco whatsapp