Supressão com Dexametasona – Dose Baixa -2 Cortisol

exame-categoria-endocrinologia-laboratorio-veterinario-vetex

Amostra: soro.

Recipiente: tubo sem anticoagulante (tampa vermelha).

Conservação: refrigerado (2 a 8 °C) até 5 dias.

Jejum obrigatório: 12 horas.

Indicações: como animais com hiperadrenocorticismo são anormalmente resistentes ao feedback negativo causado pelos glicocorticoides, o teste é indicado como triagem para o diagnóstico de hiperadrenocorticismo.

Procedimento:

1. Após 12 horas de jejum, coletar a primeira amostra em tubo sem anticoagulante (tampa vermelha).

2. Administrar 0,015mg/Kg (cães) ou 0,15mg/Kg (felinos) de dexametasona via intravenosa.

3. Fazer nova coleta após 8 horas da aplicação. Identificar os tubos.

Observações:

1. Para diferenciar adenoma pituitário secretor (HPD) de tumor de adrenal secretor, é indicado o teste de supressão com dose alta.

2. Em cães, o teste é eficaz em diferenciar hiperadrenocorticismo pituitária-dependente (HPD) em aproximadamente 60% das situações.

3. Não é útil para avaliar hiperadrenocorticismo iatrogênico nem para monitorar terapia.

4. Descartar a amostra em caso de hemólise ou lipemia acentuada.



Fale Conosco whatsapp